Enquanto a temporada da MLB não volta, os fãs de beisebol têm com o que se ocupar nesse período de intertemporada. A tradicional Série do Caribe, que chega a sua 59ª edição, começou nesta quarta (01) e termina na próxima terça (07), na cidade de Culiacán, no México.

Organizada pela CBPC (Confederação de Beisebol Profissional do Caribe) e chancelada pela MLB, que a considera uma liga de inverno, a Série do Caribe reúne os campões nacionais de Cuba, México, Porto Rico, República Dominicana e Venezuela.

Os cinco representantes da edição de 2017 (Reprodução Facebook)

Os cinco representantes da edição de 2017 (Reprodução Facebook)

Apesar de terem se classificados como times, a disputa é considerada entre países, tanto que os times disputam o torneio com camisas das seleções nacionais e são apresentados pelos nomes dos países. A República Dominicana é a maior vencedora, com 19 títulos, sendo 10 deles do representante deste ano, o Tigres del Licey, maior vencedor do torneio. Porto Rico, segundo maior vencedor com 14 títulos, será representado pelo Criollos de Caguas, detentor de 3 títulos. Na sequência vem o México com seus nove títulos, sendo um deles de seu representante deste ano, o Águilas de Mexicali. Bem próximo vem Cuba com seus oito títulos, nenhum deles conquistado pelo Alazanes de Granma, representante desta edição. A Venezuela que detém sete títulos, será representada pelo Águilas del Zulia, dono de dois títulos.

Podendo reforçar seus times com qualquer jogador que disputou a liga nacional, os times se reforçaram com jogadores de vários países. Dentre eles, o Águilas de Zulia, que tenta seu terceiro título de liga caribenha (1984 e 1989), contratou o arremessador brasileiro Tiago da Silva.

O brasileiro que até a semana passada disputava a final da liga venezuelana pelo Cardenales de Lara, junto com Paulo Orlando, falou sobre sua a ida para o Águilas: “Agradeço a organização. Ajudarei de qualquer forma no que puder e estarei pronto quando o gerente Lipso Nava precisar de mim”. “Sei que este bullpen é um dos melhores. Meu objetivo é somar, e cada vez que arremessar, dar 100%”. Tiago finalizou destacando a oportunidade de representar o país: “Para mim é um compromisso representar o estado de Zulia e a Venezuela, que tanto tem me dado em minha carreira no beisebol”.

Com exceção ao time cubano, todos os demais times têm jogadores com passagens pela MLB ou até mesmo ainda atuando pela liga. Com destaque para Freddy Galvis (Águilas del Zulia) interbases do Philadelphia Phillies, Emilio Bonifacio (Tigres del Licey) jogador de campo externo do Atlanta Braves, Eddie Rosario (Criollos de Caguas) jogador de campo externo do Minnesota Twins e Sergio Romo (Águilas de Mexicali) arremessador do San Francisco Giants, atualmente agente livre.

O sistema de disputa é bem simples. Todos os times jogam entre si em rodadas duplas até o domingo (05). As semifinais acontecem na segunda (06) em jogos do 1º contra o 4º e consequentemente do 2º contra o 3º colocado. Os vencedores se enfrentam pela final na terça (07).

[divider style=”solid” top=”20″ bottom=”20″]

Dê sua opinião! Comente abaixo, siga-nos no Twitter em @segundabasebr e curta-nos no Facebook.