A huge collection of 3400+ free website templates JAR theme com WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Home / Beisebol do Brasil / Gabriel e o beisebol: uma união entre irmãos

Gabriel e o beisebol: uma união entre irmãos

O esporte é, acima de tudo, uma forma de integração. Talvez é a melhor forma de inclusão social de existe, que transforma cidadãos comuns em verdadeiros ídolos e quebra a barreira do preconceito. São vários casos em que o esporte serve como uma ferramenta de inclusão e alegria, e no Brasil, no beisebol, há um exemplo bem claro e nítido disso.

Quando tinha seis anos, Gabriel Higashi foi diagnosticado com DPAC (Distúrbio do Processamento Auditivo Central), que afeta a compreensão dos sons. Tudo começou quando Cristhiane Akie Higashi, mãe de Gabriel, cantou uma música infantil (Boi da Cara Preta) para o filho. Após cantar, Cristhiane perguntou para ele qual era o animal citado na música. Gabriel respondeu: “Camelo, mamãe?!”

A resposta serviu de inspiração para a criação de um blog, atualizado por Cristhiane, que já existe há quatro anos e conta as dificuldades e conquistas de Gabriel.

Herbert, pai de Gabriel, conta a trajetória do filho e como o beisebol vem lhe ajudando nos últimos anos.

Herbert conta que Gabriel, aos sete anos, entrou em depressão. “Percebeu que era diferente das outras crianças. Ele não sabia falar, não entendia as brincadeiras. Ele ficou muito mal, ficou triste e tivemos que levá-lo ao psicólogo”, recorda Herbert.

Quando o DPAC foi diagnosticado, sabia-se que a cura não ia chegar do dia para a noite, que seria necessário um processo lento e longo para tal. “Foram meses difíceis. No meio do caos, tentávamos encontrar uma luz no final do túnel. Tudo que fazíamos não dava resultado. Já não sabíamos o que fazer para tirar ele da depressão”, conta o pai.

Foi quando o beisebol apareceu para Gabriel, e mudou a vida dele para sempre. O esporte foi apresentado pelo tio Luizão, que sugeriu com que o garoto jogasse o esporte. Uma modalidade que prega união, trabalho em equipe, conquista, superação e união. Era tudo que Gabriel precisava para não se sentir diferente, e assim incluído.

Gabriel com o time do Gecebs (Arquivo pessoal)
Gabriel com o time do Gecebs (Arquivo pessoal)

Para Herbert, o beisebol deu uma nova vida a Gabriel. O garoto se sentiu parte de uma segunda família, conquistou sonhos, venceu desafio e fez amizades.

Com o intuito de ter amizades sem preconceito e enxergar o mundo de forma igual, o blog Camelo, Mamãe?! segue a sua trajetória. “Amizade sem diferença é aceitar o outro sem diferença, sem um preconceito”, diz Herbert.

O beisebol, uma parte tão importante da vida de Gabriel, trará outro momento especial na vida do adolescente. Neste fim de semana, nos dias 28 e 29, haverá um torneio de softbol promovido pelo time Gecebs, que terá uma grande confraternização para Gabriel. A competição amistosa acontecerá no campo do Gecebs, localizado na estrada do Morro Grande (07432-575, Arujá).

No time de softbol, amantes do beisebol ou pessoas que nunca rebateram uma bola. O intuito do time Camelo, Mamãe?! é ser uma equipe em que as diferenças não importam e que todos têm a chance de se integrar e jogar unido.

Mais do que uma história de superação, a trajetória de Gabriel e o time de softbol criado com o nome do blog prova mais uma vez para as pessoas que, através do esporte, é possível se integrar e mudar o rumo de uma vida — para melhor.

Sobre Vinícius Veiga

Editor-chefe do Segunda Base desde a fundação, torcedor do St Louis Cardinals e graduando em jornalismo. Minha vida é respirar beisebol 24 horas por dia.

Veja também

Stanton foi o grande campeão do Derby em 2016. (Foto: Getty Images)

Com Judge e Stanton na parada, Marlins Park recebe o Home Run Derby

Um dos eventos mais esperados pelos fãs da MLB, o Home Run Derby acontece nesta segunda em Miami e contará com Giancarlo Stanton tentando manter sua coroa

'