Em 2017, o beisebol brasileiro já viu a estreia de Thyago Vieira com o uniforme do Seattle Mariners e agora está prestes a ver mais uma de suas promessas ir para o grande palco das Grandes Ligas. Na próxima terça (5), o Atlanta Braves deve anunciar oficialmente que está promovendo o canhoto Luiz Gohara, de 21 anos, para o seu plantel principal, de acordo com David O’Brien, do Atlanta Journal-Constitution. Natural de Tupã, no interior de São Paulo, Gohara se tornará o quinto brasileiro a estar ativo em um plantel na Major League Baseball.

 

Para Gohara, de 21 anos, chegar ao time principal parecia um objetivo impossível de ser alcançado neste ano, já que havia começado para começar a temporada, sua primeira na organização após ser adquirido em troca com os Mariners na offseason, atuando na classe A avançada. Entretanto, seu ótimo desempenho o fez subir a ladeira das Grandes Ligas rapidamente, atingindo a Double-A em maio e a Triple-A no final de julho; no total, contabilizando os três níveis, o canhoto acumulou um recorde de sete vitórias e quatro derrotas com um ERA de 2.62 em 26 partidas (123.2 entradas, um recorde na sua carreira).

De acordo com O’Brien, “os Braves podem dar alguns starts para Gohara antes do final da temporada”, o que mostra que o time ainda está indeciso em como usá-lo neste começo, ou no bullpen ou na rotação. De qualquer forma, ele deveria ser adicionado ao plantel nesta offseason para ser protegido do Rule 5 Draft e a equipe decidiu então antecipar o movimento nesta expansão dos elencos, que a partir de 1 de setembro pode incluir até 40 jogadores ativos para cada partida, dando assim ao brasileiro uma oportunidade de conseguir ter alguma experiência, ainda que breve, no nível principal.

Gohara será o terceiro arremessador (primeiro canhoto) brasileiro ao atuar nas Grandes Ligas, se juntando a Vieira, hoje na Triple-A, e a André Rienzo, que atuou por White Sox e Marlins. Ainda, ao lado deles, completam a lista mais dois jogadores de posição, que inclusive, também estão ativos na MLB: Paulo Orlando, dos Royals, e Yan Gomes, dos Indians.